24.7.15

Jazz 2015 europeu - toda a informação

A terceira geração do popular utilitário hatchback da Honda, o Jazz, está destinada a redefinir o segmento B com mais espaço, versatilidade, refinamento e tecnologia.

O novo Jazz continua a forte reputação dos seus bem sucedidos predecessores. Mundialmente, o carro também conhecido como "Fit" noutros mercados, vendeu mais de 5 milhões de unidades desde que a primeira geração foi lançada em 2001 e continua a ser fabricada em sete países. Enquanto o recém-chegado mantém a clássica silhueta Jazz, exibe um estilo distintivamente contemporâneo, incluindo uma arrojada frente e linhas de carácter forte.

Motor
No seu lançamento, o novo Jazz estará disponível com o novo, altamente eficiente e responsivo motor a gasolina 1.3 i-VTEC da série Earth Dreams. Disponibilizando 102 cv às 6.000 rpm, o motor estará acoplado a uma nova caixa manual de 6 velocidades ou a uma nova transmissão automática CVT (como opção).

Um design inteligente assegura que este novo motor i-VTEC, de 4 cilindros, produza uma performance equivalente ao anterior 1.4 lt, em conjunto com uma economia de combustível equivalente à do 1.2 lt. O binário máximo do novo Jazz situa-se nos 123 Nm às 5.000 rpm.
Equipado com a transmissão manual, o Jazz acelera dos 0-100 km/h em 11,2 segundos, e atinge uma velocidade máxima de 190 km/h. Enquanto que com a transmissão automática CVT, atinge os 100km/h em 12 segundos, e alcança a velocidade máxima de 183 km/h.

A eficiência global é aumentada através do uso de um sistema EGR arrefecido de alto fluxo, reduzindo a fricção, melhorando a tecnologia idle-stop (paragem automática ao ralenti), e o funcionamento eletrónico para a árvore de cames de controle temporal variável (VTC) que otimiza o tempo de admissão das válvulas mesmo com o motor a frio. Para melhorar a eficiência térmica, o rácio da compressão foi elevado para 13.5:1.
O novo motor de 1,318 cc também pesa menos do que o anterior de 1.4, através do uso de veios mais estreitos, uma cambota 27% mais leve e a adoção de um coletor de admissão todo em resina.

O novo motor a gasolina 1.3 cumpre com as regras de emissões Euro6, com emissões de CO2 a começar nuns impressionantes 106 g/km, enquanto o consumo misto começa nos 4,6 lt/100km (ambos os resultados conseguidos com a transmissão CVT).

Tal como o novo HR-V, o Jazz 2015 (com transmissão CVT) vem equipado com o sistema de reconhecimento de redução de mudança durante a travagem. O Early Downshift During Braking (EDDB) utiliza o motor para assistir o condutor durante a travagem. Quando o sistema reconhece uma situação de desaceleração, descida ou curva iniciada pelo sistema de travagem, o EDDB automaticamente aumenta a aceleração do motor para providenciar o travamento através deste. Isto permite uma rápida reaceleração após um abrandamento ou uma rápida aceleração após uma curva.

Outra das características em comum com o HR-V é o Fast Off. Este sistema mede quão rápido o condutor larga o pedal do acelerador e mantém as rotações do motor, permitindo uma travagem através do motor em situações em que o condutor tenha largado o pedal rapidamente. Este sistema foi amplamente testado nas estradas europeias, nos seus limites de velocidade. Por exemplo, o Fast Off reconhece quando o condutor se prepara para ultrapassar um veículo, mas não é capaz de completar a manobra derivado ao trânsito em sentido oposto. Quando o condutor larga o acelerador para deixar o outro veículo passar, o Fast Off mantém uma aceleração alta do motor preparando-se para completar a ultrapassagem.


Estrutura e suspensão
A nova plataforma do Jazz representa menos 12% do peso do seu predecessor e beneficia de uma maior rigidez estrutural. As unidades destinadas ao mercado europeu são caracterizadas em exclusivo por uma carroçaria mais endurecida e definições de suspensão especificas. Estas alterações foram desenhadas para maximizar o prazer da condução nas estradas europeias, permitindo à suspensão e direção funcionar de modo mais preciso.

Componentes da suspensão mais leves e aperfeiçoados - MacPherson à frente e barra de torção tipo H atrás - foram combinados com uma distância entre eixos 30mm mais longa para gerar um comportamento mais estável. Um novo sistema de amortecedores também melhoram a qualidade do comportamento e reduzem a transmissão das vibrações para a cabine.
Outras melhorias incluem o inovador sistema de Assistência ágil à Condução e o sistema de Assistência à Estabilidade do Veículo (em comum com a renovação da gama Civic), para permitir uma condução empenhada e segura em todas as situações.
Ambos os sistemas funcionam em conjunto, quando necessário e de maneira imperceptível para os ocupantes, aplica uma ligeira força de travagem às rodas interiores, quando se vira o volante e às rodas exteriores quando o volante regressa à posição de condução a direito. Isto maximiza a tração ao curvar ou durante as acelerações em superfícies escorregadias. O sistema de Assistência à Estabilidade do Veículo aplica os travões a uma ou mais rodas e reduz a potência do motor para garantir que o veículo permanece na sua trajetória. O sistema também permite melhorar a sensibilidade do pedal dos travões.

Uma travagem estável é assegurada por um sistema de discos ventilados de 262 mm à frente e sólidos de 239 mm nas rodas traseiras. Ajudas eletrónicas que maximizam a travagem e melhoram a estabilidade do veículo incluem: o ABS, EBD, Assistente de travagem (BA), Assistente de estabilidade (VSA) e Assistente de arranque em subida (HSA).


Equipamento e Segurança
Conetividade avançada e info-entertenimento estão disponíveis no novo Jazz através do sistema Honda Connect, inicialmente introduzido na Europa pelo CR-V 2015. Este sistema é equipado de série em todos os modelos de média e alta gama.
Através do Honda Connect estão disponíveis informações sobre o veículo, câmara traseira de estacionamento com as diretrizes dinâmicas, música, Bluetooth, acesso à internet, aplicativos pré-instalados, Honda App Centre, AM/FM/DAB e web-rádio, interface de telefone, comandos no volante e Mirror Link que espelha o ecrã do dispositivo ao qual está ligado.

Como em todos os novos veículos Honda vendidos na Europa, o Jazz é equipado com uma série de tecnologias de segurança ativas e passivas premium desenhadas para tornar a condução mais fácil e segura.
Todos os Jazz europeus estarão equipados com o sistema de travagem citadina ativa (CTBA). Especialmente desenhado para evitar ou mitigar acidentes a baixa velocidade, o sistema usa tecnologia de radar laser para examinar a estrada, aplicando automaticamente os travões se um risco eminente de colisão for detetado. O sistema está desenhado para funcionar a velocidades abaixo dos 32 km/h.

O completo conjunto de tecnologias de segurança ativa - Sistema Avançado de Assistência ao Condutor (ADAS) - está disponível como opção no modelo base e como equipamento de série nos intermédio e topo de gama. O ADAS incluí: Aviso de Colisão Frontal, Aviso de Desvio de Faixa, Mudança Automática de Faróis Máximos, Limitador de Velocidade Inteligente e Reconhecimento de Sinais de Trânsito.
Todos os novos Jazz incorporarão também  a tecnologia de estrutura corporal de Engenharia Avançada de Compatibilidade™ (ACE™) que aperfeiçoa a performance dos sistemas de segurança passiva, melhorando a proteção dos ocupantes em caso de acidente.
Os novos Jazz estarão equipado com com um total de 6 airbags (frontais, laterais e de cortina). 
A terceira geração do citadino foi desenvolvido e desenhado para conseguir a classificação máxima nos testes de colisão do Euro NCAP.


Design
O novo design exterior do Jazz é caraterizado pela distinta frente com o conceito "solid wing" partilhado pelas restantes novas gamas da Honda. Comparado com a anterior geração, o novo modelo exibe uma forma mais robusta e futurista.

As fortes linhas que emergem da forma em X do pára-choques e grelha frontais elevam-se desde os cantos inferiores dos faróis, passando pelo capot, e ao longo do tejadilho até ao spoiler traseiro, terminando na zona inferior do pára-choques traseiro, de forma a criar uma aparência segura, rebaixada e aderente à estrada.
Linhas profundas rasgadas nas laterais crescem desde o arco das rodas frontais até à traseira para dar um aspeto de inclinação e movimentação. Na traseira, o spoiler e o vidro quase vertical providenciam uma estética forte, enquanto os farolins angulares acentuam o arrojado design.


O novo Jazz estará disponível em três níveis de equipamento. O nível intermédio está equipado com jantes de liga leve de 15" e 5 raios. Os topos de gama estarão montados com jantes de 16" de 5 raios com desenho de alto contraste em prata e cinza escuro metálico.

A terceira geração contará com uma série de cores. Três metálicas (Cinzento Alabaster, Cinzento Matizado e Azul Desportivo Brilhante), três peroladas (Branco Orquídea, Preto Cristal e Amarelo Atração) e duas cores sólidas (Vermelho Milano e Laranja Pôr-do-Sol). O Azul Desportivo Brilhante é uma cor nova para o Jazz, enquanto o Cinza Matizado, o Laranja e o Amarelo são pinturas totalmente novas introduzidas pela primeira vez na gama Honda para o Jazz Europeu.

No interior, o habitáculo oferece aos ocupantes uma sensação de espaço arejado graças ao grande vidro do pára-brisas que encontra o tejadilho numa posição recuada. Isto, em conjunto com os grandes vidros junto dos retrovisores providencia uma excelente visibilidade para o exterior.


Tal como no novo HR-V, o painel central está ligeiramente inclinado para o condutor de forma a oferecer uma boa visibilidade e inspirar confiança. Um habitáculo user-friendly é caraterizado pelas bem posicionadas áreas de arrumação, em conjunto com dois grandes suportes de copos na frente e centro da consola junto ao apoio de braço que é grande o suficiente para acomodar uma tablet.
Materiais de qualidade incluem um tablier preto de toque suave e superfícies de acabamento premium, tecidos contrastantes e aplicações de acabamento cromado polido.
O painel de instrumentos é constituído por 3 mostradores, cada um rodeado por um anel "flutuante" iluminado. A função ECO Assist muda a cor do anel do velocímetro de branco a verde, consoante a eficiência do consumo que regista durante a condução.

Os modelos base estão equipados com ar condicionado como equipamento de série.
Um ecrã LCD de 5" está posicionado no centro da consola e controla o rádio, leitor de CD ou qualquer música transmitida através de dispositivos pessoais, transmitindo-a às 4 colunas de 180 watts.
Os modelos intermédios estão equipados com controlos no volante e um ecrã tátil de 7" onde se controla o sistema Honda Connect.
Os modelos de topo beneficiam ainda de volante em pele, abertura sem chave, botão start/stop para ligar o motor, e o um painel tátil para o ar condicionado automático. Os modelos de topo incluirão também um padrão de tecido premium exclusivo para os estofos dos bancos, aplicações extra de materiais de toque suave, e aplicações adicionais cromadas no habitáculo.


Exteriormente maior que o seu predecessor por 95 mm e 30 mm mais largo entre eixos, o Jazz 2015 é dotado com um espaço interior para passageiros líder na sua classe: pernas, ombros e cabeça na frente e traseira. Em comparação com o já espaçoso Jazz da segunda geração, o novo modelo oferece aos passageiros da frente mais 30 mm de espaço para os ombros e 20 mm entre ocupantes.  Os passageiros de trás podem desfrutar de um aumento de espaço para as pernas de mais 115 mm, 65 mm para os joelhos e 20 mm para os ombros.

O tanque de combustível de baixo perfil está montado por debaixo dos bancos da frente, libertando espaço debaixo dos bancos traseiros por forma a acomodar o sistema de bancos "mágicos". Este sistema consegue adotar 4 modos de configuração por forma a maximizar o espaço interior necessário em qualquer situação.
O Jazz 2015 também proporciona aos seus proprietários um espaço de carga líder de classe. A bagageira do novo Jazz oferece uma capacidade de 354 lt (modo normal), um aumento de 17 litros em comparação com a geração anterior, e 1.314 lt de capacidade máxima (com os bancos rebatidos).
O acesso à bagageira torna-se fácil através de um portão com uma largura de 1.090 mm e uma altura de acesso de apenas 605 mm.


Especificações técnicas

Motor
 1.3 litros i-VTEC (gasolina)
 Tipo  4 válvulas por cilindro
 Capacidade (cc)  1.318
 Diâmetro x curso (mm)  73,0 x 78,7
 Taxa de compressão  13,5
 Potência  102 PS às 6.000 rpm
 Binário  123 Nm às 5.000 rpm

Transmissão

 1.3 litros i-VTEC
 Manual – velocidades  6
 CVT – velocidades  Variável com 7 velocidades simuladas

Relações de transmissão

 1.3 litros i-VTEC
 Manual de 6 veloc.
 1.3 litros i-VTEC
 CVT
 1ª  3.461  2.526 ~ 0.408
 2ª  1.869  -
 3ª  1.235  -
 4ª  0.948  -
 5ª  0.809  -
 6ª  0.688  -
 7ª  -  -
 M-atrás  3.307  2.706 ~ 1.382
 Final  4.625  4.992

Suspensão e amortecimento
 Frente  Escora MacPherson
 Traseira  Barra de torção tipo-H

Direção
 Tipo  Pinhão e cremalheira
 Voltas de direção
 (extremo a extremo)
 2.67 / 2.52
 Diâmetro de viragem
 (em rodas)
 4,9 m / 5,2 m
 Diâmetro de viragem
 (no corpo)
 10,8 m

Freios
 Frente  Discos ventilados
 Traseira  Discos

Jantes e pneus
 Tamanho da roda  Pneus
 15 polegadas  185/60 R15 84H
 16 polegadas  185/55 R16 83H/V

Dimensões (mm)
 Exterior
 Comprimento total  3.995
 Largura total  1.694 (incluindo espelhos retrovisores)
 Altura total  1.550 (sem carga)
 Distância entre eixos  2.530

Capacidades (litros)
 Bagageira  354 (bancos para cima)
 1.314 (bancos rebatidos, cheio até à linha do teto)
 Tanque de combustível  40

Pesos (kg)
 1.3 litros i-VTEC
 Manual de 6 veloc.
 1.3 litros i-VTEC
 CVT
 Tara  1.066  1.092


Desempenho e consumo de combustível

 1.3 litros i-VTEC
 Manual de 6 veloc.
 1.3 litros i-VTEC
 CVT
 Velocidade máxima
 (km/h)
 190  183
 0-100 km/h (segundos)  11.2  12.0
 Consumo de combustível
 urbano (l/100 km)
 6,1 (15")
 6,2 (16")
 5,3 (15")
 5,5 (16")
 Consumo de combustível
 extra urbano (l/100 km)
 4,3 (15")
 4,5 (16")
 4,1 (15")
 4,5 (16")
 Consumo de combustível
 combinado (l/100 km)
 5,0 (15")
 5,1 (16")
 4,6 (15")
 4,9 (16")
 CO2 combinado (g/km)  116 (15")
 120 (16")
 106 (15")
 114 (16")


Fonte: Honda
Back To Top