2.3.15

Estreia europeia do NSX 2015

Vinte e cinco anos depois da estreia do NSX original, um supercarro que veio definir novos paradigmas, a versão de produção do seu muito aguardado sucessor faz a sua estreia no Salão Automóvel de Genebra.
As primeiras entregas aos clientes europeus do novo NSX híbrido desportivo, com motor em posição central, vão acontecer no início de 2016. Criado especificamente para trazer uma “nova experiência desportiva” (New Sports eXperience) ao segmento dos supercarros, o NSX desafia todo o convencionalismo há muito enraizado neste sector – tal como já fez a primeira geração deste modelo um quarto de século atrás.

O Honda NSX de 2015 está equipado com uma motorização totalmente nova – uma unidade V6 a 75 graus de dois turbo-compressores e cabeças DOHC, acoplada a uma caixa de dupla embraiagem (DCT) de nove velocidades e três motores elétricos. Esta tecnologia híbrida desportiva está alojada num chassis multi-material ultra-rígido e de baixo peso, que emprega em primeira mão aplicações de materiais e processos de fabrico inovadores. Sendo um "supercarro para o ser humano", que coloca o condutor sempre em primeiro em todos os aspetos do seu design, a próxima geração do NSX vai oferecer respostas excecionalmente intuitivas e imediatas às ações do condutor, graças à sua motorização híbrida de tecnologia de ponta, bem como à sua carroçaria e ao seu chassis.
Como derradeiro representante das performances e do prestígio da Honda, o NSX foi desenvolvido segundo o tema "Performances Trabalhadas com Precisão". O desenvolvimento do NSX de 2015 foi iniciado a partir do zero, o resultado de quase três anos de intenso desenvolvimento por uma equipa global de design e engenharia liderada por engenheiros do centro de desenvolvimento da empresa localizado em Raymond, Ohio.

Design Dinâmico Interligado
O exterior do novo Honda NSX representa uma atenção superlativa na procura da mistura ideal entre o formato e a função de um supercarro desportivo exótico. A equipa de desenvolvimento apelidou o resultado de "Design Dinâmico Interligado".
A carroçaria apresenta proporções clássicas, largas e de baixa altura, com acabamentos modernos, afilados e sedutores, uma frente agressiva e luzes traseiras que prestam homenagem ao NSX original.
As entradas de ar laterais e os pilares C flutuantes, características de assinatura deste modelo, recolhem o ar que faz respirar o motor colocado em posição central e dirigem o fluxo de ar sobre a traseira, aumentando a força descendente sobre esta metade do carro. Para acomodar o novo conjunto de montagem longitudinal motor/transmissão, o veículo de produção é um pouco mais comprido (+79 mm) e mais largo (+25 mm), em comparação com as proporções do Protótipo do NSX apresentado em 2013, o que resulta num habitáculo um pouco mais avançado.
Todos os elementos do design exterior da carroçaria foram cuidadosamente estudados tendo em consideração a gestão integral dos fluxos aerodinâmicos, de forma garantir a necessária força descendente sobre a carroçaria e assegurar as necessidades em termos de estabilidade e arrefecimento dos sistemas do veículo. O NSX foi sujeito a testes exaustivos no avançado túnel de vento da empresa, localizado em Raymond, Ohio e que originaram um número significativo de alterações entre o protótipo e o design final da carroçaria. Estas alterações refletiram-se nas grelhas do capot, nas novas entradas de ar nos guarda-lamas dianteiros, modificações nas entradas laterais e spoiler traseiro otimizado.


Cockpit de design centrado no condutor
Em linha com o conceito de "supercarro para o ser humano" usado durante a fase de desenvolvimento, o NSX foi concebido desde o início com um foco inequívoco no condutor. Mantendo-se fiel ao lendário NSX original, o "cockpit de design centrado no condutor" do novo modelo oferece controlo e visibilidade excecionais ao condutor, juntamente com uma disposição inteligente dos elementos. Apesar de os principais traços do NSX original se terem mantido, as tecnologias e as técnicas utilizadas para alcançar os objetivos propostos para este modelo totalmente novo evoluíram imenso, de forma a ser possível ir de encontro às exigências colocadas pelas expectativas extremas de performances de um supercarro moderno.
O interior do NSX apresenta uma fantástica visibilidade para a frente, com comandos simples e intuitivos e ergonomia topo-de-classe. Por exemplo, os bancos dianteiros oferecem um apoio fenomenal e um conforto excelente, com grande facilidade de entrada e saída para condutor e passageiro.
O painel de instrumentos do NSX possui um mostrador dinâmico TFT que apresenta as várias categorias de informação e definições do veículo, de acordo com as seleções efetuadas pelo condutor nos comandos do Sistema Dinâmico Integrado na consola central. Como controla este poderoso centro de informações, considerou-se apropriado que o botão Power, que controla a motorização híbrida desportiva, ficasse localizado no centro deste comando.
Interligado por baixo do painel do tablier, em pele trabalhada à mão, temos uma estrutura intermédia exposta – um membro funcional e estrutural do chassis que reflete a estética de design de uma moto naked desportiva. Os pilares A, de design ultrafino, mas muito robusto, e o painel de instrumentos de montagem rebaixada reduzem ao mínimo as obstruções à vista do condutor para a estrada.


Motorização Híbrida Desportiva
Na tradição da filosofia patente no NSX original, a próxima geração deste modelo foi concebida para oferecer uma nova experiência em termos de condução de um automóvel desportivo que maximiza as capacidades do condutor e oferece respostas intuitivas e de confiança.
Os engenheiros da Honda retiraram todo o partido da vasta experiência da marca em termos de tecnologias avançadas de motorizações e de dinâmica de chassis para criarem a motorização mais sofisticada, tecnologicamente avançada e inteligente do segmento de supercarros. Especificamente, a equipa de desenvolvimento aproveitou todas as avançadas capacidades tecnológicas sobre motores de altas performances e tecnologias de motorizações híbridas elétricas, bem como as duas décadas de experiência com tecnologias de vetorização dinâmica de binário líderes da indústria, incluindo o Sistema de Tração Integral "Super-Handling" (SH-AWD).
No coração das capacidades de performance do NSX está o novo motor V6 a 75 graus, de montagem em posição central no chassis, com cabeça DOHC e duplo turbocompressor, acoplado a uma transmissão DCT de 9 velocidades de desenvolvimento especial.
O motor V6 emprega um conjunto de válvulas compacto, inspirado na competição e sistema de lubrificação por cárter seco para ajudar a baixar o centro de gravidade. A novíssima transmissão DCT de nove velocidades oferece mudanças super-rápidas e reduções em consonância com a rotação do motor.
O motor elétrico traseiro de ação direta, alojado entre o motor e a transmissão, auxilia as acelerações, a travagem e a transmissão na realização das mudanças. As rodas dianteiras do NSX são acionadas por dois motores elétricos independentes de elevada potência e que oferecem respostas instantâneas de binário, distribuindo-o de forma dinâmica entre a esquerda e a direita.
O NSX usa os motores elétricos dianteiros para a vetorização dinâmica do binário adicionalmente à melhoria da aceleração e da travagem. O resultado é um arranque imediato e uma maneabilidade com respostas que parecem adivinhar os desejos do condutor. O NSX foi sujeito a testes intensos nalgumas das pistas de corridas mais exigentes do mundo, incluindo a famosa pista de Nürburgring Nordschleife.

Carroçaria Avançada Multimaterial
De igual modo e mantendo o legado do NSX original – o primeiro supercarro em alumínio do mundo – o novo NSX possui uma carroçaria multimateriais fabricada segundo um design inovador, com aplicações e processos de construção que são novidade a nível mundial.
O NSX utiliza um design de estrutura espacial – uma estrutura interna fabricada em alumínio, aço de resistência ultra-elevada e outros materiais avançados. Com a carroçaria ancorada num piso em fibra de carbono, as forças de torção e de flexão são suportadas exclusivamente por esta estrutura ultra-rígida, cujos componentes constituintes são unidos usando tecnologias avançadas.
O NSX usa tecnologias de ponta na fundição dos materiais e combina a flexibilidade de design e de fabrico dos processos de fundição com a resistência e as propriedades de alongamento características de um material forjado, o que permite obter uma redução significativa do peso. Os painéis da carroçaria são feitos numa combinação de alumínio e SMC (Sheet Molding Composite = Compósito de Moldagem de Folha).


Pack Desportivo Avançado para performances dinâmicas fantásticas
O NSX apresenta um “Pack Desportivo Avançado”, com a colocação dos principais elementos da motorização – o motor central, os dois motores elétricos dianteiros e o conjunto de baterias do sistema híbrido desportivo, bem com a unidade de controlo de potência – em locais otimizados, de forma a concentrar as massas em posição baixa e no centro do veículo, para melhorar ainda mais o equilíbrio e as respostas dinâmicas. A combinação deste conceito com a carroçaria de baixo peso origina um centro de gravidade bastante baixo, na realidade, o mais baixo da sua classe.
O NSX usa, tanto atrás como à frente, suspensões de alumínio totalmente independentes; toda a sua considerável potência é posta na estrada através dos pneus de alta performance ContiSportContact – nas medidas 245/35Z R19 à frente e 295/30Z R20 atrás – montados em jantes de liga leve de 19x8,5 polegadas na dianteira e 20x11 polegadas na traseira.
A travagem é naturalmente potente e de confiança, graças às pinças monobloco de seis êmbolos à frente e de quatro êmbolos atrás, que atuam em discos de carbono-cerâmicos de elevada performance.
O Sistema de Tração Integral "Super-Handling (SH-AWD) da Honda oferece uma condução bastante melhorada e permite agora respostas super-rápidas a todos os comandos do condutor – direção, travagem e aceleração – juntamente com a estabilidade, o controlo e o arranque proporcionados por um sistema de tração integral. O Sistema de Assistência à Condução Ágil (AHA - Agile Handling Assist) recorre à aplicação subtil de travagem para realçar ainda mais as respostas da carroçaria e oferecer uma fantástica estabilidade dinâmica.
O Sistema Integrado de Dinâmica do NSX, acionado por botão de comando, oferece os seguintes modos: Quiet (Calmo), Sport (Desportivo), Sport+ (Desportivo+) e Track (Pista). Este sistema ajusta as respostas do motor de combustão, dos motores elétricos, da transmissão e do chassis, bem como o nível de sonoridade do motor de combustão, com base nas necessidades do condutor e do ambiente de condução. O modo Quiet permite conduzir o carro apenas em modo elétrico e a baixa velocidade, por períodos curtos de tempo. Passando de Sport para Sport+ e, finalmente, para modo Track, onde o NSX revela todo o seu potencial, as respostas do veículo tornam-se cada vez mais incisivas e precisas.
O NSX também possui uma função “launch” (função de arranque) que oferece a derradeira performance no arranque, onde o motor de combustão e os três motores elétricos trabalham em conjunto.

Novas Instalações de Produção
O NSX será construído exclusivamente no Performance Manufacturing Center (PMC) da empresa, localizado em Marysville, Ohio, onde este modelo será fabricado e montado por cerca de 100 trabalhadores altamente especializados, que realizarão todos os trabalhos, desde a construção da carroçaria, à pintura, até à montagem final.
O centro PMC e os seus processos foram desenvolvidos para oferecerem o equilíbrio perfeito entre a perícia e experiência de fabrico e as tecnologias à disposição, numa nova abordagem ao fabrico automóvel. Decidindo construir a carroçaria nas suas instalações, a Honda consegue assim manter o controlo total relativamente à qualidade deste componente tão fundamental, incluindo o sempre importante aspeto da rigidez estrutural e a precisão das suspensões, bem como a montagem e acabamentos de todo o veículo – desde a fase inicial, até ao veículo completo.
A equipa de produção da PMC utilizará técnicas inovadoras na montagem de um automóvel superior e de classe mundial, em todos os aspetos envolvidos no fabrico de supercarros especializados.



Fonte: Honda

Back To Top